Tudo sobre a profissão de programador de computadores

Se você chegou até aqui é porque tem interesse em se tornar um programador, mas ainda tem muitas dúvidas sobre a profissão, acertamos?

A profissão de programador de computadores tem se tornado muito visada devido a extrema necessidade de profissionais na área de tecnologia, seja aqui no Brasil ou em qualquer lugar do mundo.

Por isso, preparamos esse texto para lhe ajudar a entender melhor onde o programador atua e quais são as vantagens de se tornar um. Vamos lá?

O que faz um programador?

Para começar, nada mais justo do que entender o que faz um programador.

Basicamente, os programadores desenvolvem, projetam, implantam sistemas e aplicativos, sejam eles específicos, avançados ou básicos.

Com a linguagem de programação, o profissional é capaz de criar comandos para programas de todos os tipos. Inclusive, muitas dessas aplicações são usadas no nosso dia a dia.

O programador pode trabalhar com vários tipos de linguagem como html, java, c++, entre outras, e não fazem apenas atividades focadas em computador e celular.

Ele pode atuar na área de sistemas empresariais, de mercados, videogames, programas para academias, além de produção de itens mais personalizados de acordo com o que seus clientes pedem, como sites com propostas diferenciadas.

A área é muito ampla e perfeita para quem gosta de desafios.

Quanto ganha?

Não dá pra negar: o salário é um dos fatores importantíssimos na hora decidir a sua profissão no futuro. E se você tem interesse em se tornar programador, certamente quer saber quanto um recebe, não é?

No Brasil, a média salarial de um programador de computadores é de R$ 3.581,85 por mês, para uma jornada de trabalho de cerca de 42 horas semanais, segundo dados salariais oficiais informados pelas empresas ao Ministério do Trabalho.

Esse valor pode variar de acordo com uma série de fatores, incluindo porte da empresa, região do país em que você pretende atuar e outros.

Como qualquer outra profissão, o salário de um programador pode atingir valores muito superiores a essa média, tendo em vista a experiência do colaborador, grau de escolaridade, competência, etc. Tudo vai depender do seu empenho para conquistar uma posição mais alta no mercado.

O que é preciso para se tornar um?

Você pode se tornar um programador através de várias maneiras, porém um curso profissionalizante é o ideal para ingressar no mercado de trabalho.

Através do curso, você poderá aprender com muito mais facilidade ferramentas essenciais para que você compreenda as principais funções de um programador.

Muitas empresas não exigem um diploma de graduação para contratar, mas demonstrar alguma certificação é muito importante para que você possa comprovar seu conhecimento na área.

Outro ponto fundamental para se tornar um programador é ter domínio da língua inglesa. Isso porque a linguagem da programação é feita exclusivamente nesse idioma. Então, não deixe de investir no seu inglês.

A Microlins Guarulhos oferece curso de Programador de Computador Essencial para que você possa mergulhar no mundo da programação de forma didática, se especializar na área e entrar para o mercado de trabalho. Não deixe de conhecer o nosso curso e se jogue! Até mais e bons estudos 🙂

Copyright © Microlins Guarulhos.  Todos os direitos reservados